Como estamos estudando sobre a parábola do rico e do Lázaro lembramos que o rico no hades pediu para que mandasse o lázaro pregar para os seus pais e dos irmãos avisar sobre o perigo do inferno, trazendo salvação para a família.

Mas Abrãao disse: tem os “profetas” os “Moiséses”, ou seja, para a família dele receber a salvação, precisariam ouvir a voz dos “profetas” e dos “Moiseses”.

Os profetas “seriam os pregadores” aqueles que profetizam e dão voz a palavra de Deus. Os “Moiseses” seriam pessoas ungidas por Deus para uma missão de libertação do “Egito” terra de escravidão.

Hoje existem pessoas que são usadas para profetizar e libertar pessoas de vícios, tristeza, doenças e todo o tipo de caos que assola esse mundo.

Mas, será que são todas? Acho que não, porque EXISTEM, FALSOS PROFETAS, E FALSOS “MOISÉSES”.

Falsos profetas são pessoas que falam que Deus falou, sem Deus ter falado (EZ. 22.28).
Falsos “moiséses” são falsos líderes que entraram “pela janela” (João 10.1-5) ou que criaram novas igreja (De preferencia próxima aos lugares que atuaram) por rebeldia, que saíram das suas denominações por, adultério, desonestidade, etc. E se “auto-intitulam” pastores, apóstolos, bispos, sem a “benção” do ministério antigo.

Sendo assim, diante de tantas vozes, como discernir a VOZ DE DEUS? Como saber se é de Deus ou não o que ouço dentro ou fora das igrejas criadas por mãos de homem?

A transfiguração

Em Matheus 17. 1-6 entendo que pedro quis tomar a direção da situação determinando que se fizessem tabernáculos, mas EM QUANTO ELE AINDA FALAVA, ouviu uma voz do céu “Este é o meu filho amado em quem me comprazo A ELE OUVÍ.

Embora naquele ambiente, estivessem 2 das grandes autoridades do passado, NAQUELE MOMENTO, quem deveria ditar as regras era “JESUS”. Ele estava com a BENÇÃO DE ditar as regras e dar as direções.

A voz de Deus, sempre serão de pessoas que “ENTRARAM PELA PORTA”, ou seja, entraram como membros, se tornaram obreiros e foram chamados e vocacionados a ser um pregador.

Aquele que entrou pela porta, e não se auto-intitulou pastor e está debaixo de BENÇÃO DE DEUS, esse você pode ouvir.

Ma tome cuidado com AQUELES QUE “ENTRARAM PELA JANELA”(João 10.1-5) que saem por aí, revoltados com ministérios, e abrem igrejas mais para falar mal do ministério antigo do que para GANHAR NOVAS ALMAS PARA O REINO DE DEUS.

Caso do cego de jericó

Em marcos 10.48 relata a história do cego de Jericó que ouvia voz de repreensão mandando-o parar mas ELE CLAMAVA CADA VEZ MAIS, porque sabia que aquelas vozes não eram a de Jesus.

Nem todos os que “andam em volta de Jesus” podem dizer o que você deve e não deve fazer. Cuidado com os que andam em volta de Jesus e tentam mandar em sua vida! Essa não é a voz de Deus!

Caso de Jairo

Marcos 5. 35 – Neste caso de Jairo as pessoas “DA IGREJA DELE”, mandavam ele desistir e Jesus do outro lado dizia “NÃO TEMAS, CREIA SOMENTE”.

Ou seja a voz das pessoas eram contrárias a voz de Jesus. Nem TODAS AS PESSOAS QUE VÃO PARA IGREJA TEM A VOZ DE DEUS PARA VOCÊ.

Conclusão: Como discernir a voz de Deus em meio a tantas vozes?

Em 2 Crônicas 20:20. Fala que devemos “CRER EM SEUS PROFETAS” para recebermos vitória. Mas entendemos que o PROFETA, TEM QUE SER VERDADEIRA E QUE DE PREFERÊNCIA TENHA ENTRADO PELA PORTA.